18 de Junho, 2024

TESTEMUNHOS – Contributos de quem viveu, viu ou sentiu a Revolução de 25 de Abril de 1974

Por Moisés Cayetano Rosado

A Associação Salgueiro Maia, criada para homenagear e preservar a memória de uma das figuras cruciais da “Revolução dos Cravos” de Portugal, tomou a iniciativa de publicar um livro colectivo comemorativo dos 50 anos deste acontecimento único na história contemporânea. Tratava-se de apresentar colaborações livres em extensão e conteúdo, girando em torno das memórias, experiências, testemunhos e sentimentos dos participantes relativamente à data crucial que conseguiu pôr fim à ditadura de quase meio século em Portugal, às guerras coloniais em África e à atraso socioeconómico do país.

Excerto ca capa de O Pelourinho | Publicação transfronteiriça

A publicação transfronteiriça O PELOURINHO, da Diputación Provincial de Badajoz, ofereceu-se para realizar a edição desta obra, tanto em formato impresso como digital, que será solenemente apresentada em vários locais de Portugal e Espanha, começando por Santarém, localidade onde está instalada a sede oficial da Associação e de onde partiu a coluna comandada pelo Capitão Fernando Salgueiro Maia na madrugada do dia 25 de Abril de 1974, para participar gloriosamente no derrube do regime salazarista.

Quarenta são os autores dos diferentes textos que se publicam, maioritariamente em prosa, embora exista também uma selecção final de poemas alusivos aos acontecimentos centrais que se comemoram. Destes colaboradores, trinta e quatro são portugueses e seis espanhóis, que contribuem com a sua visão pessoal e profissional dos eventos.

O livro é coordenado pelo ex-sargento miliciano Vitor Pássaro (membro da coluna da Escola Pratica de Artilharia de Vendas Novas que ocupou o Alto de Cristo Rei em Almada nos dias 24 e 25 de Abril de 1974), pelo tenente-coronel reformado Fernando Frederico (furriel miliciano em Cabinda-Angola no dia 25 de Abril), o psicólogo Fernando Pinto e Moisés Cayetano Rosado, doutor em Geografia e História.

No Prefácio é traçado um perfil do Capitão Salgueiro Maia pelo coronel reformado Carlos Maia de Loureiro, alferes miliciano integrante da coluna chefiada por Salgueiro Maia, com quem ocuparam os Paços do Concelho em Lisboa, enfrentando as maiores situações de perigo: o brigadeiro do governo Junqueira dos Reis ordenou o disparo de artilharia pesada (sem ser obedecido pelos seus subordinados) contra ambos quando tentaram negociar com ele nas redondezas. Ocupariam depois o Largo do Carmo, onde se encontra a sede do Quartel-General da Guarda Nacional Republicana, prendendo finalmente o Presidente do Conselho de Governo, Marcelo Caetano, que ali se refugiara.

O livro é muito emocionante, pois os depoimentos apresentados revelam os momentos cruciais vividos nos diferentes cenários revolucionários, seus antecedentes e consequências, contados pelos próprios protagonistas, militares e civis, bem como por testemunhas dos acontecimentos e informantes dos meios de comunicação, especialmente pelos jornalistas espanhóis colaboradores deste livro. Testemunhos como o da viúva de Salgueiro Maia, a professora Natércia, são de extraordinário valor.

O entusiasmo do Presidente da Associação Salgueiro Maia é o grande responsável por este volume de quase 400 páginas: o coronel reformado João Andrade da Silva, que teve um papel crucial como tenente de artilharia da Escola Prática de Artilharia de Vendas Novas. A sua missão era ocupar o Alto de Cristo Rei em Almada, em frente à capital (da qual está separada pelo rio Tejo), cobrindo a segurança das tropas comandadas por Salgueiro Maia nos Paços do Concelho de Lisboa, ameaçadas pela fragata Gago Coutinho, que para lá se dirigiu com ordem de disparar, a qual felizmente foi desobedecida pelos seus oficiais.

Moisés Cayetano Rosado | Director de O PELOURINHO | O MEU 25 DE ABRIL

Capa completa da publicação O meu 25 de Abril – O Pelourinho nº 27 – 2024

Please follow and like us:
Pin Share

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Follow by Email