19 de Julho, 2024

TRL-MARINHA GRANDE

Marinha Grande – TRL

CLICAR NO TÍTULO DE CADA PEÇA – EM AZUL – PARA ACEDER A TODO O CONTEÚDO DO ARTIGO PUBLICADO


Marinha Grande terra de resistência e luta

1 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

Damos início aos Dossiês SF 2022 cujo enfoque residirá numa abordagem territorial aos processos de resistência e luta que será desenvolvida numa perspetiva de memória viva e de projeção de iniciativas futuras. Podemos arriscar que o exercício, cujo desenvolvimento se realizará na base dos princípios da comunicação colaborativa, ou seja, dando voz tanto quanto possível aos protagonistas dos processos, poderá constituir um primeiro esboço de um ATLAS temático sobre movimentos sociais atuais em várias localidades do país que encontram raízes na sua própria história e na sua cultura de luta e de resistência.


O Sem Fronteiras nas comemorações do 18 de Janeiro de 1934

2 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

CONTA-ME COMO FOI… COMEMORAÇÕES DO 18 DE JANEIRO DE 1934

A Câmara Municipal da Marinha Grande divulgou a iniciativa “CONTA-ME COMO FOI…” um debate que se realiza amanhã à tarde, dia 18 de janeiro, no auditório da Escola Calazans Duarte que conta com o Sem Fronteiras na moderação.


Marinha Grande, uma insurreição com a massa operária na rua a apoiar

3 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

Não aconteceu por acaso, foi a ação mais relevante da greve geral de 1934, fracassou e marcou um período de refluxo do movimento operário até então dominado pelos anarco-sindicalistas. Um novo ciclo da história europeia tinha sido aberto, em 30 de janeiro de 1933, com a chamada de Hitler pelo Presidente alemão Marechal Paul Von Hindenburg para chefiar o novo governo. Em Portugal a Constituição do Estado Novo procurava legitimar o regime saído do golpe militar de 28 de maio de 1926.


A Marinha Grande a pé-coxinho

4 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

Para além do 18 de janeiro, tema central do DOSSIÊ ESPECIAL SF de janeiro 2022 na Marinha Grande há matéria a sinalizar que vamos apresentar de forma avulsa. Uma visita errática com apontamentos diversos, desde locais significativos, livros, realizações passadas e outros pormenores. Cá vamos, é só seguir o guia que já se confessou pouco seguro da rota.


O debate sobre o 18 de janeiro 1934

5 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

A Marinha Grande destacou-se nos acontecimentos da greve geral de janeiro de 1934 pela relevância dos atos empreendidos que assumiram um caráter insurrecional. Mas a mobilização dos trabalhadores e da população local foi limitada se a compararmos com outras localidades como é o caso de Almada e Silves.


Um dia na Marinha Grande

6 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

O 18 de janeiro de 2022

Pouco depois de batermos a porta do carro, estacionado à frente da da Guilherme Stephens, já estávamos na cafetaria da escola a contactar, quase espontaneamente, com o 18 de janeiro de 1934. Expostas numa parede do fundo da sala, uma dúzia de fotografias dos protagonistas mais representativos da insurreição marinhense e alguns cartazes serviam de cenário ao café da manhã.


O Teatro Operário e o 18 de janeiro 1934

7 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

Existe uma relação umbilical entre o Teatro Operário de Paris e os acontecimentos do 18 de janeiro que ocorreram na Marinha Grande em 1934. Podemos falar de uma operação de desocultação que não lembrava ao diabo. Mas o que é que levou um grupo heterogéneo de militantes, operários, ex-estudantes, desertores, exilados a desenterrar um tema que estava bem guardado no esquecimento de conveniência de todos aqueles que entretanto se tinham apaixonado pelo suave caminho da oposição elegante ao regime ditaturial?


O Lavrador-poeta, o escritor-diplomata e o vidreiro revolucionário

8 AGENDA | Encontros Imaginários – A BARRACA

O interclassismo como experiência peculiar proposta pelos Encontros Imaginários na A BARRACA. O alerta sobre a data de realização, amanhã, vem diretamente da A Barraca.


Continuar a celebrar, programar e festejar o 18 de janeiro de 1934

9 DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

Alunas e alunos da Marinha Grande escrevem para o SEM Fronteiras. Hoje é a vez da Matilde Lopes que nos relata o percurso errático que realizou ao longo de uma semana participando em atividades cuja finalidade consistiu em comemorar, de forma dinâmica, o dia mais emblemático do calendário anual da cidade vidreira.

Relato do 18 de janeiro (de 2022) de uma estudante marinhense


Desconfiem!

DEZ | DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

Alunas e alunos da Marinha Grande escrevem para o SEM Fronteiras. Hoje é a vez da Maria Rodrigues que avalia o impacto dos acontecimentos ocorridos na Marinha Grande em janeiro de 1934 questionando ainda as atitudes de desprezo pelo legado histórico da revolta e a necessidade imperiosa de ela ser mais conhecida por todos.

Maria Rodrigues

ONZE


DOZE


TREZE