22 de Junho, 2024

Mulheres afegãs resistem a canhões de água na luta pela educação 

MUNDO Euronews | Em Herat mulheres desafiam governador regional e talibãs

A Euronews noticiou a manifestação que teve lugar em Herat no Afeganistão com mulheres corajosas a reivindicarem o acesso à universidade. O movimento de protesto, pelo direito à educação, generalizou-se a várias cidades do país.

Segundo a Euronews “Nem os canhões de água calaram as mulheres do Afeganistão, que exigiram o direito à educação enquanto chamavam os talibãs de cobardes. A manifestação, que contou com mais de vinte mulheres, teve lugar em frente a casa do governador regional na cidade de Herat.

O regime endurece as medidas para tentar conter as vozes de protesto contra a decisão de proibir o acesso das mulheres à universidade mas as manifestações sucedem-se em várias cidades e além-fronteiras.

Na cidade de Quetta, no Paquistão, realizou-se este sábado uma manifestação de solidariedade. Abdul Baki é um estudante que esteve presente, classificou a decisão de miserável uma vez que “nenhum país do mundo alguma vez alcançou alguma coisa de relevante sem educação”.

A repressão talibã não se fica por aqui e este sábado o regime ordenou às Organizações Não Governamentais no país que deixem de trabalhar com mulheres uma vez que tinham recebido “queixas graves” de que estas não seguiam um código de vestuário adequado”.

Fonte Euronews

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.