15 de Junho, 2024

ZOOM – Exílios no Feminino na Biblioteca de Alcântara

Com a objetiva de Carlos Martins Pereira

Carlos Martins Pereira com uma das sete coautoras do Exílios no Feminino, Helena Rato uma lutadora muito especial

As sete mulheres do mundo

Fernanda Marques coordenou o projeto desde 2020

As Sete Mulheres Do Minho
José Afonso

As sete mulheres do Minho
mulheres de grande valor
Armadas de fuso e roca
correram com o regedor

Essa mulher lá do Minho
que da foice fez espada
há-de ter na lusa história
uma página doirada

Viva a Maria da Fonte
com as pistolas na mão
para matar os Cabrais
que são falsos à nação

Exílios, conta como foi

Irene Pimentel, uma historiadora à procura das suas próprias memórias

(…) Mesmo na noite mais triste
Em tempo de servidão
Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz não.

Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz não (…).

Trova do Vento que Passa, Excerto, António Portugal e Manuel Alegre

La joie de lire

Helena Cabeçadas, escritora, quem escreve também lê

A tertúlia do Carlos. De braços cruzados a ouvir…cidadãs

Amélia Resende recordou que quando decidiu ir para França foi para juntar-se ao grupo e à família do Carlos Ventura, mediador da Tertúlia da Biblioteca de Alcântara.

O evento contou com outros protagonistas

Beatriz Abrantes, com vários objetos de arte africana, foi uma dinamizadora da Mesa das Memórias

Maria Emília Brederode Santos, para além da educação, um olhar muito especial sobre a DIVERSIDADE

Bob Dylan foi uma das referências da Mesa das Memórias

EDIÇÃO | Carlos Ribeiro – Sem Fronteiras

© fotografias Carlos Martins Pereira

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.