15 de Junho, 2024

Sebastião Salgado retira-se da ação direta

Em quase 50 anos de fotografia viajou por mais de 120 países

Após 50 anos no terreno, Sebastião Salgado anunciou a sua retirada da ação direta, ou seja da reportagem fotográfica associada a projetos e a causas.
A notícia foi publicada no diário britânico The Guardian: Sebastião Salgado, de apenas 80 anos, anunciou a sua reforma. O fotógrafo planetário continuará a editar a obra a sua vida que, há quinze anos, já contava com quase 500.000 fotografias.

Retrato de Sebastião Salgado, 2019. © Renato Amoroso


O seu maior projeto, no futuro, será sem dúvida a grande exposição prevista para a COP30, que será realizada no próximo ano no Brasil, país de origem do fotógrafo. As fotografias de sua lendária série Amazônia (uma seleção de 255 gravuras muito grandes) serão apresentadas juntamente com música do compositor brasileiro Villa-Lobos

Na entrevista que concedeu ao Guardian, além de passar em revista as principais etapas da sua carreira e os seus projetos futuros, Sebastião Salgado explicou também os motivos da sua retirada do terreno, intrinsecamente ligados às suas condições de trabalho. O seu estado de saúde foi afectado em particular pela malária que contraiu enquanto fazia reportagens na Indonésia, e ainda, a título de exemplo, pela explosão de uma mina em 1974, quando foi a Moçambique para cobrir a guerra da independência.

FONTE: Photo Trend

LER MAIS EM

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.