19 de Julho, 2024

Cuba quer que Israel seja punido

“A justiça e o respeito pela Carta das Nações Unidas e pelo Direito internacional devem prevalecer”

Depois da África do Sul, Nicarágua, México e Colômbia, o Ministério dos Negócios Estrangeiros cubano anunciou que vai associar-se à queixa apresentada pela África do Sul ao Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) contra Israel. O crime em causa é de genocídio na Faixa de Gaza.

Havana

De acordo com o seu compromisso firme e sustentado de apoiar e contribuir tanto quanto possível para os legítimos esforços internacionais para pôr fim ao genocídio cometido contra o povo palestiniano, o governo da República de Cuba decidiu intervir no processo litigioso iniciado pela República da África do Sul contra o Estado de Israel perante o Tribunal Internacional de Justiça”, afirmou o ministério, em comunicado.

Espanha anunciou que também irá aderir tendo realizado essa declaração no passado dia 6 de junho.

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.