18 de Junho, 2024

Exílios no Feminino de braço dado com o 8 de março e o 25 de Abril

Apresentação do livro por ocasião do Dia Internacional das Mulheres

O livro Exílios no Feminino vai estar nas bancas por ocasião do seu lançamento no próximo dia 6 de março de 2023 na Biblioteca de Alcântara, em Lisboa. Logo a seguir, no dia 8 de março, será na AJA Lisboa. Não é por acaso que a sua vinda a público acontece por ocasião do dia 8 de março, dia Internacional das Mulheres. Um dos temas centrais da publicação é precisamente a luta das mulheres desde os anos sessenta do século passado pelos seus direitos, contra a discriminação e pela igualdade de género. No livro denuncia-se o machismo na sociedade e nas organizações que declaram querer mudar o mundo e recuperam-se memórias de lutas centrais como a do aborto. Exílios do Feminino e Dia Internacional das Mulheres andam pois de braço dado.

O Exílios no Feminino surge também como um MANIFESTO das SETE para a valorização do papel das mulheres no 25 de Abril e consequentemente para uma exigência de uma presença substancial nas Comemorações do Quinquagésimo aniversário da Revolução dos Cravos.

Uma pesquisa superficial das marcas que referenciam a revolução em Portugal, naquele mês de abril que relançou a esperança e verificamos que surgem de forma espontânea: o Otelo (claro), o Salgueiro Maia, o Chaimite, o Paulo de Carvalho (e depois do Adeus), o Zeca Afonso (Grândola), o megafone do Salgueiro Maia, o cravo, o Spínola, o Costa Gomes, o soldado de Abril, o PIDE, a G3 ah!, esperem aí, vem ali ao fundo da fila a Celeste Caeiro, a distribuidora de cravos, que surge como a primeira referência feminina da jornada revolucionária e libertadora.

Então convém desde já alertar para a inevitável secundarização das mulheres nas iniciativas comemorativas que irão tratar temas como a luta contra a ditadura e as batalhas travadas pelos direitos de igualdade e de cidadania. O alerta terá que ser realizado de forma dinâmica, ou seja, na ação. E nada melhor que juntar à volta de uma publicação, com histórias e temas que sete mulheres relatam e tratam em nome da liberdade, aqueles que desejam reviver e relançar Abril.

Exílios no Feminino e Abril andam, convictamente, também de braço dado.

PROGRAMA DA SESSÃO DE APRESENTAÇÃO

16:00 Boas-vindas e conversas informais com as coautoras

17:00 Momento musical

18:00 Tertúlia com as autoras, apresentação do livro e conversas soltas

19.30 Encerramento

BIBLIOTECA DE ALCÂNTARA

R. José Dias Coelho 27 – 29, 1300-327 Lisboa

Please follow and like us:
Pin Share

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Follow by Email