15 de Junho, 2024

Marinha Grande, Exílios no Feminino encontra-se com a Poesia ao Serão

Sessão na Associação Cultural e Recreativa da Comeira a 15 de abril, 16h30

A sessão na Marinha Grande, na Associação Cultural e Recreativa da Comeira é já no dia 15 de abril e o programa é o seguinte:

“Exílios no feminino” são percursos de um tempo inócuo, maltratado pelo motejo de um poder ignóbil, que o tempo provou que a razão só existe quando respeitamos a liberdade dos outros”.
Adélio Amaro, presidente do Centro do Património da Estremadura

ADÉLIO AMARO apresenta o livro Exílios no Feminino na sessão da Marinha Grande.

ADÉLIO AMARO, nasceu em 1973, em Leiria. Entre vários cursos frequentou Design da Comunicação e História de Arte do Século XX. Atualmente é Presidente do Centro de Património da Estremadura (CEPAE), Consultor para a Cultura Popular do Município de Leiria, Presidente da BiblioRuralis – Associação Cultural, Diretor do jornal Gazeta Lusófona (Suíça), desde 2020, Coordenador Editorial da editora Portugal Mag (Paris, França). Foi, por duas vezes (2002-2004 / 2017-2019), presidente da Associação Folclórica da Região de Leiria – Alta Estremadura e presidente da Associação de Investigação e Cultura de Açores.

Referenciado em vários manuais, é autor e coordenador de mais de seis dezenas de livros e tem uma biblioteca pessoal com cerca de 15 mil títulos e mais de 30 mil entradas documentais, onde se destaca a coleção de jornais e revistas de todo o mundo, superior a 3 mil títulos. Foi Jornalista Profissional (1996-2005), diretor e fundador de vários jornais. Colabora na imprensa de Portugal, Suíça, França, Brasil, Canadá e EUA. Tem cerca de 4 mil artigos publicados em mais de 80 jornais e revistas. Foi fundador e sócio-gerente da editora Folheto Edições (2003-2015).

Já participou em dezenas de congressos e acções de formação, em países da Europa, Ásia e América e nesses mesmos continentes já fez centenas de intervenções, palestras, prefácios e apresentação de livros, organizando, também, dezenas de eventos culturais.

Diversas vezes distinguido, com destaque para a Comenda da Paz Nelson Mandela, atribuída pelo Conselho Internacional dos Académicos de Ciências, Letras e Artes e Instituto Comnène Palaiologos de Educação e Cultura, Entidade Académica Signatária do Pacto Global da ONU, assim como, entre outras, a Medalha do Município de Leiria e recentemente (27/07/2021) Moção de Honra ao Mérito pela Academia de Filosofia e Ciências Humanísticas Lucentina (Rio de Janeiro), também Signatária da ONU.

Impulsionador de várias Antologias de Poetas Lusófonos em 24 países (mais de 400 poetas) de todos os Continentes, com destaque para as cinco Coletâneas de Poesia Lusófona em Paris e as sete Antologias de Poetas Lusófonos.

Membro de várias Associações e Academias em Portugal, França, Brasil, Suíça e Canadá tendo sido (2019) empossado Membro Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (Brasil).

É coordenador da coleção nacional Memórias Fotográficas, já com 17 volumes, sobre Ranchos de Folclore, Bandas Filarmónicas e Grupos Corais…

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.