22 de Junho, 2024

Cambedo da Raia no Parlamento

FOCO – História e Memórias | NAM e Paula Godinho ouvidos numa Comissão especializada

Eurico Reis, Presidente da Direção do NAM abriu, no passado dia 5 de janeiro, a sessão sobre o tema e, Paula Godinho, antropóloga e professora universitária, apresentou os acontecimentos ocorridos há 75 anos. Reafirmou a necessidade dos atos solidários das populações locais serem reconhecidos por parte de Portugal e acima de tudo pela “Casa da Democracia” ou seja, pela Assembleia da República.

Eurico Reis e Paula Godinho no Parlamento em representação dos peticionantes sobre Cambedo da Raia

“Importa reconhecer o que estes vizinhos fizeram por nós!” foram as palavras de conclusão de Paula Godinho no final do seu relato pormenorizado sobre a “Guerra de Cambedo”. Por sua vez Eurico Reis acentuou no final “È essencial que este reconhecimento seja para dar uma satisfação àquelas pessoas e ainda para que situações destas não possam voltar a acontecer”.

Rui Tavares, deputado-relator, que esteve em Cambedo da Raia por ocasião da exibição do documentário “Silêncio” reafirmou a importância de valorizar todos aqueles que são parte da história. “Quando a opção do heroísmo é feita por pessoas comuns, a solidariedade e o heroísmo adquirem um valor especial!” aproveitando para relembrar que as comunidades raianas são pioneiras de uma Europa sem fronteiras.

Grupo de Trabalho-Audições de Peticionantes e Audiências | Audição de peticionários Pelo Direito à Memória e ao Ressarcimento (Cambedo da Raia e o Pós-Guerra Civil espanhola, os trágicos acontecimentos de dezembro de 1946 e o processo da PIDE n.º 917/46)

O Silêncio – documentário | filme de António Loja Neves e José Alves Pereira

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.