18 de Junho, 2024

Exils au Féminin entrou na Grand-Place do livro

BRUXELAS [1]- Associação José Afonso da capital belga organizou a sessão, o debate e o momento musical

Uma sala repleta de cidadãos e cidadãs, belgas e portugueses, acolheu a versão em língua francesa do livro Exílios no Feminino que foi apresentada no seu pormenor pelo editor Carlos Valentim Ribeiro e pelas autoras Helena Cabeçadas, Fernanda Marques, Amélia Resende e Maria Emília Brederode Santos. Adriana Costa Santos realizou um enquadramento temático para a visita guiada à publicação em torno principalmente da problemática dos refugiados e dos exilados que se encontram a residir na Bélgica.

À partida de Lisboa e os primeiros passos em Bruxelas

Na Université Libre de Bruxelles

Foi no edifício da Biblioteca que a Associação José Afonso – Bruxelas e o Camões- Instituto IP abriram a sessão e que estabeleceram uma ligação da iniciativa com as Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril.

Foi assim possível realizar uma abordagem dos diversos temas que o livro proporciona numa perspetiva de valorização da luta antifascista e das ações de resistência que as autoras do livro empreenderam. dando ainda destaque a outras vertentes relacionadas com as vivências e experiências vividas no pós-25 de Abril.

No final foi dinamizado um momento musical, com canções de José Afonso.

Please follow and like us:
Pin Share

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Follow by Email