17 de Junho, 2024

Comemorações do 18 de janeiro já começaram

DOSSIÊS SF | TRL – TERRAS DE RESISTÊNCIA E LUTA – N1 Janeiro 2022 | Marinha Grande

COMEMORAÇÕES RECORDAM REVOLTA OPERÁRIA DO 18 DE JANEIRO 

A Câmara Municipal da Marinha Grande já começou a assinalar assinalar o 88º aniversário do 18 de Janeiro de 1934, com iniciativas que pretendem recordar a revolta operária e incluem visitas ao Museu Joaquim Correia e Museu do Vidro, concerto no Teatro Stephens e a apresentação de uma publicação alusiva à efeméride junto das escolas do concelho, em colaboração com a Associação Frente Anti-Fascista 18 de Janeiro. 

O programa pretende homenagear os operários vidreiros que empreenderam o movimento de insurreição nacional, resultante do processo de luta social e sindical, pela melhoria das condições de vida da classe trabalhadora. 

Algumas atividades realizadas

VISITA GUIADA AO MUSEU JOAQUIM CORREIA – COMEMORAÇÕES DO 18 DE JANEIRO DE 1934

“Decorreu na tarde deste sábado, 15 de janeiro, a visita guiada ao Museu Joaquim Correia, integrada na comemoração do 88º aniversário do 18 de janeiro de 1934.Numa visita guiada pela técnica do museu, Cátia Cavaco, e acompanhada pela vereadora da cultura, Ana Alves Monteiro, o público conheceu as obras expostas e o percurso profissional e artístico do escultor Joaquim Correia, com especial destaque para o trabalho dedicado à temática do vidro e da revolta operária do 18 de janeiro de 1934” informação da CMMG.

TEATRO A GATA BORRALHEIRA

Comemorações do 18 de Janeiro de 1934. Decorreu no Pavilhão desportivo do Sport Operário Marinhense a exibição da peça de teatro dirigida aos mais novos, apresentada no âmbito das comemorações do 18 de Janeiro.

Trata-se de uma organização do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Vidreira, com ao apoio da Câmara Municipal da Marinha Grande.

SESSÃO EVOCATIVA DO 18 DE JANEIRO DE 1934 COM MÚSICA E POESIA

Realizou-se na ACR da Comeira a sessão evocativa do 18 de Janeiro de 1934, com a participação do músico Carlos Vicente e do poeta Helder Rodrigues. A iniciativa foi presenciada pelo presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Aurélio Ferreira, e por representantes de entidades locais.

A sessão de música e poesia teve o apoio do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Vidreira e da ACR da Comeira.

CONCERTO DE MÚSICA INSTRUMENTAL PORTUGUESA NO TEATRO STEPHENS
2 CHAMADAS NÃO ATENDIDAS

Realizou-se no dia 15 de janeiro de 2022 . sábado . 21H30

2 Chamadas não Atendidas é o curioso lema deste projeto de nova música instrumental portuguesa para um público alargado e que nos dá a escutar uma bem urdida trama de linhas sonoras cativantes e de múltiplas proveniências; a abertura exploratória aos géneros, cruzando em cada um dos seus temas a vontade de resposta ao experimentalismo contemporâneo dos mestres com a duração característica da música ligeira.

Fotos e informação CMMG e organizadores

Please follow and like us:
Pin Share

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Follow by Email