22 de Junho, 2024

“Exílios no feminino” obra coletiva nas bancas em 2023

Livro abre as Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril da Comissão Exílios e Liberdade

O ano de 2022 está a terminar e as sete coautoras do livro EXÍLIOS NO FEMININO estão a finalizar os últimos pormenores de uma edição que resultou de uma partilha e de uma reflexão conjunta aprofundada ao longo de dois anos.

Há uma pergunta, legitima e até respeitável, que pode ser colocada sem rodeios: terá mesmo existido um EXÍLIO NO FEMININO?

Amélia Resende, Beatriz Abrantes, Fernanda Marques, Helena Cabeçadas, Helena Rato, Irene Pimentel e Maria Emília Brederode dos Santos também formularam essa interrogação na fase inicial da aventura coletiva que decidiram viver num processo de investigação-ação que combinou narrativas individuais relacionadas com experiências de exílio do passado com aprofundamentos temáticos diversos que abriram portas a algumas perplexidades, a várias descobertas e a novas perspectivas.

Desta forma as respostas, se o termo é aqui indicado, serão dadas ou pelo menos sugeridas neste livro que estará nas bancas no início do próximo ano.

A publicação desta obra coletiva corresponderá também à primeira iniciativa pública da Comissão Exílios e Liberdade que se propõe promover ações colaborativas no âmbito das Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril nos próximos meses até ao dia do cinquentenário do Dia da Liberdade, enfatizando os temas do Exílio político, da Resistência Antifascistas e da luta contra a ditadura salazarista principalmente nos diversos países da Europa e a ação combativa contra a guerra colonial nas suas frentes mais significativas.

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.