19 de Julho, 2024

EXÍLIOS – Ana Benavente no “O Referencial”

A eterna rebelde

Na mais recente edição do O REFERENCIAL da Associação 25 de Abril encontramos inúmeros artigos de interesse maior cuja leitura é, ousamos afirmá-lo, obrigatória.

Ana Benavente surge nas páginas da publicação com referências a um percurso de vida que passa pelo exílio político na Suíça e cuja narrativa remete para várias histórias tais como:

“Ana Benavente criou, juntamente com amigos suíços, o Grupo de Lutas Internacionais. O objetivo era lutar contra todas as ditaduras: “do Irão, da Pérsia, do Brasil dos coronéis, de Espanha e de Portugal”, especifica. Nesta organização, conheceu o pai da primeira filha, a quem batizou de Rosa. O nome escolhido não foi um mero acaso. Ana Benavente pretendeu homenagear Rosa Luxemburgo, uma
grande revolucionária socialista que foi morta de uma forma tremendamente violenta. “Sempre foi uma figura de grande admiração”.

Ler na totalidade n´O REFERENCIAL

Fonte O Referencial nº 147, Associação 25 de Abril

Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.